Uni duni Ler Todas as Letras é um projeto de incentivo à leitura voltado, principalmente, para bebês, idosos, pessoas com necessidades especiais, hospitalizadas ou em situação de vulnerabilidade social. Realiza, desde 2013, leituras públicas, rodas de histórias e cantigas, leituras sensoriais, formação de mediadores de leitura sempre com a participação de escritores, ilustradores, mediadores de leitura, contadores de história. e músicos, que numa caravana poética, itineram por creches, asilos, hospitais e abrigos, livros, afetos, muitos versos e muita prosa!


Deixe um comentário

Na sombra de uma mangueira coube o mundo inteiro

A chuva candanga deu uma trégua e como eram quase cem crianças que teriam que se dividir em dois momentos, resolvemos aproveitar a frondosa sombra da mangueira para ler e brincar de ler na última ação Uniduniler todas as letras pelo IV Festival Itinerante de leitura! E foi uma delícia!

A creche Casa da Mãe Preta, no Núcleo Bandeirante, atende crianças de zero a quatro anos de idade em período integral. Alí, em baixo da mangueira, teve música, história e muita brincadeira! Teve leitura com todos os sentidos em alerta, como a turma da primeira infância adora: com cheiros, texturas, sons e até gostinho de quero mais! Na sombra da mangueira coube riso, coube dança, coube canto, coube óculos imaginário com superpoderes de enxergar corações e pensamentos, coube grito de espantar medo e até segredo soprado direto para o coração! Teve segredo sussurrado no ouvido depois da leitura divertida do livro que conta outra história daquele famoso minhoco, que beija uma minhoca do lado errado. O livro O Minhoco Apaixonado, escrito por Alessandra Roscoe, ilustrado por Luciana Fernandez e publicado pela Editora Canguru, mostra que o tal minhoco nunca foi louco, era só míope um pouco! A Maria Luiza de 3 anos, única entre as crianças a usar óculos, toda sorridente ao final da leitura contou que antes de “ler” o livro tinha vergonha dos seus óculos, mas que o dela era mais bonito que o do minhoco e a fazia enxergar até dentro dos amigos! Na hora, todos improvisaram óculos com as mãozinhas diante dos olhos e só a pequena Malu tinha os seus de verdade, cor de rosa e de tudo o que a imaginação pintar!

E falando em imaginar… Nem precisou pó de pirlimpimpim pra viajar com essa meninada! Foram tantos lugares visitados dentro e fora dos livros! Na sombra da mangueira coube mesmo o mundo inteiro, só o que não cabe em nós é a alegria de encerrar assim a programação do IV Festival Itinerante de Leitura!

Anúncios


Deixe um comentário

Crianças do projeto Promovida recebem a visita do Festival Itinerante de Leitura

 

Mais de 200 crianças com idades entre 6 e 14 anos atendidas pela Ação Social Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Promovida) encontraram pessoalmente a autora de várias histórias conhecidas. Alessandra Roscoe foi até lá para levar a IV edição do Festival Itinerante de Leitura e teve a grata surpresa de perceber que os pequenos leitores já eram íntimos do Jacaré Bilé, do Minhoco Apaixonado, do Boi Casamenteiro e da Fada Emburrada.

Apesar do susto com a história dos terríveis e temíveis graminhas, a molecada se divertiu a valer com as canções, brincadeiras e juramentos para se lembrarem sempre de na hora de brincar, brincar; na hora de estudar, brincar; e na hora de ir dormir, pedir sempre “só mais um pouquinho”.

Agradeceram com uma bela homenagem também em forma de canção a tão esperada visita. Uma tarde memorável para todos.


Deixe um comentário

Uniduniler é destaque internacional de projeto literário

escola 12

Recentemente, o projeto Uniduniler foi selecionado pelo CERLALC – Centro Regional para el Fomento del Libro en America Latina y el Caribe como iniciativa exemplar na promoção do hábito da leitura.

O texto de reconhecimento ressalta as ações do Festival Itinerante de Leitura em suas quatro edições e todas as crianças, adultos e idosos, num total de mais de seis mil pessoas atendidas diretamente.

Em homenagem ao projeto, divulgaram em sua página o seguinte vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=bzQyniIOfIA&amp=&feature=youtu.be&amp=&app=desktop

Muito obrigada, CERLALC! Vamos continuar levando a leitura para todos os cantos do Brasil com muito amor!


Deixe um comentário

O que cabe dentro de um livro?

De um pajé que passa sua missão sagrada à neta curumim ao burrinho que dá uma ideia atravessada ao boi preguiçoso. De uma casa pequenina onde chegam muitos animais brincalhões às canções que levam todos de volta a infância. O que cabe dentro de um livro? Cabem muitos sorrisos, sustos, cores, emoções, diversões. Cabe um avião inteiro que pode nos levar a qualquer lugar!

O concerto literário realizado na Escola Parque da 308 Sul, na manhã desta sexta-feira (10), nos transportou a um mundo de magia, de formas, artes, sonho. Tudo é possível no reino dos que ilustram com palavras e dos que contam histórias com desenhos.

Na nossa viagem, a imaginação emprestou suas asas para que voássemos alto, vendo lá do alto o quanto o mundo pode ser rico. Só depende do talento que empenhamos em reparar, analisar, transformar em uma arte, com escritas e figuras, e compartilharmos com as pessoas queridas. Gostou? Então pode embarcar. Solte os cintos e boa viagem!


Deixe um comentário

Grupo Ativar Terceira Idade destampa a Caixinha de Guardar o Tempo

Quando a gente toma coragem e destampa a caixa do tempo abre espaço para o incrível. Como garças delicadas partem em revoada as memórias para fora. Algumas fazem brotar nos olhos os rios que correm dentro da gente outras despertam as gargalhadas que talvez estivessem perdidas lá na Terra do Lá.

Lembranças lindas de cheiros de canelas e anis estrelados dos doces que as mães faziam, da infância doce dos filhos, da doce lembrança dos tempos já idos. Todas elas recolhidas pelo anjo que caiu da nuvem através do buraco aberto pela pipa do menino arteiro do João Carrascoza. O anjo quebrado aproveitou a colcha de retalhos da Alessandra Roscoe, fez uma trouxa bem grande e saiu, de carona no vento de volta para o céu, carregando as memórias, levando as histórias para brilhar na noite.


Deixe um comentário

Para aprender a ler com os olhos da alma

Sem poder ver, eles enxergam mais que qualquer um. Aprenderam a ler com os olhos da alma! Além dos aromas, dos contatos, dos sons, eles saboreiam cada palavra das histórias com os sentidos de uma criança que a tudo experimenta sem medo, sem expectativas.

Eles nos ensinaram a abrir o olhar, a ver além das próprias sensações, a respeitar as diferenças, a descobrir, juntos, a melhor maneira de colaborarmos uns com os outros.

Vida longa ao DV na Trilha! Sigam explorando o mundo, desafiando a si mesmos todos os dias e encantando a todos com a coragem, a confiança e a alegria que esbanjam sempre!


Deixe um comentário

Festival visita mulheres e crianças em proteção judicial

Elas tiveram que deixar suas casas, parentes, amigos. Tiveram que deixar suas vidas para preservá-las. Saíram com os filhos de casa e para se protegerem de ameaças de morte tiveram que morrer um pouco. Expectativas, planos, sonhos. Tudo ficou para trás. Hoje, essas mulheres sem nome descobriram com a história de João Carrascosa, que tudo que some daqui vai parar na Terra do Lá. Será que junto com a cabeça da mula e a perna esquerda do Saci foram parar lá as tristezas e dores que elas sentiam, pelo menos por alguns instantes? Será que mergulhar nas águas da liberdade com o Caíque de Luciano Pontes as fez descobrir como guiar suas novas vidas, ouvindo o que a sábia concha do mar tem para falar? Será que conseguiram soprar para dentro da garrafa de esperança da Alessandra Roscoe uma nova chance a si mesmas? Oxalá que agora, como o Minhoco Apaixonado, elas estejam conseguindo olhar para seus sonhos com mais clareza e que agora beijem a vida do lado certo!