Uni duni Ler Todas as Letras é um projeto de incentivo à leitura voltado, principalmente, para bebês, idosos, pessoas com necessidades especiais, hospitalizadas ou em situação de vulnerabilidade social. Realiza, desde 2013, leituras públicas, rodas de histórias e cantigas, leituras sensoriais, formação de mediadores de leitura sempre com a participação de escritores, ilustradores, mediadores de leitura, contadores de história. e músicos, que numa caravana poética, itineram por creches, asilos, hospitais e abrigos, livros, afetos, muitos versos e muita prosa!

Oficina Caixinha de guardar o tempo – Leitura e memória para idosos

Deixe um comentário

Puxar o fio das lembranças, revistar outros tempos, recordar, guardar! A partir da leitura de textos infantis, os participantes da última oficina oferecida pelo Projeto Uni duni Ler todas as Letras, Festival Itinerante de Leitura, puderam reviver e recordar situações. A escritora Alessandra Roscoe, abriu a caixinha de guardar o tempo e foi coletando cheiros, saudades, cantos, lugares, dores e amores das mais de 40 pessoas que se reuniram no auditório do Centro de Saúde 01 do Guará para experimentar as práticas de leitura e memória na tarde da quinta-feira 27/02/2014. A maior parte do público presente tinha muita história pra partilhar. A oficina foi oferecida aos profissionais do Centro de Saúde e do Hospital Regional do Guará que lidam com os mais vividos e aos próprios “jovens” de mais de 60 que participam de atividades como o coral da melhor idade e que cuidam da saúde no setor de geriatria do Centro e do Hospital. Uma turma ativa, animada e cheia de vida que recebeu de braços abertos os visitantes do curso de cuidadores de idosos do Instituto Federal de Educação de São Sebastião. O primeiro a rechear a Caixa, trouxe uma marchinha de carnaval, que todos cantaram juntos. Uns lembraram de fazendas, e bichos, outros das primeiras palpitações da paixão e também de coisas engraçadas que ainda fazem rir simplesmente por serem contadas. Teve quem falou de medos e até quem se arriscou a dividir segredos e fazer confissões. E de lembrança em lembrança foram todos alinhavando sensações e construindo ali, naquele auditório, uma teia de emoções, uma espécie de memória coletiva, cheia de ternura e boas coisas! 20140227_160430 20140227_160338 1796620_10200724361349774_486557435_n-220140227_160451_1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s